ÓPERAS PARA O SEGUNDO SEMESTRE DE 2014.


Dias 31 de julho e 01 e 02 de agosto – em forma de concerto
Teatro Pedro Calmon – Brasília
Ópera “A cartomante”, de Jorge Antunes
IV Festival de Ópera de Brasília. Baseada no conto homônimo de Machado de Assis.

Dias 02, 06, 08, 09,  11 e 14 de agosto – encenada
Teatro Municipal de Santiago – Chile
 Ópera “Otello”, de G. Verdi
Regência de Alexander Joel e cênica de Pablo Maritano. Cenografia de Enrique Bordolini e vestuário de Luca Dall’Alpi. No elenco, Kristian Benedikt,  Maria Jose Siri (que realizou uma notável Aída em S. Paulo; Evelyn Ramírez,  Sergey Mursaev e Alexey Tikhomirov. Coro Infantil, Coro do Teatro Municipal e OFS.

Dias 3 e 5 de agosto – encenada
Theatro Pedro II – Ribeirão Preto
Ópera L’Elisir d’Amore, de Gaetano Donizetti (1797-1848)
II Festival de Ópera de Ribeirão Preto. Montagem da Cia. Minaz.Ópera cômica em dois atos – Direção musical de Maestro  Abel Rocha  (São Paulo) – Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto – Direção Cênica de André Cruz – Cenários e Figurinos do Núcleo de Produção da Cia. Mina – Elenco – Nemorino – Santiago Ballerine (Argentina), Adina – Lilian Giovanini (Ribeirão Preto), Belcore  – Camilo Calandreli (Ribeirão Preto), Dulcamara – Sávio Sperandio (São Paulo), Giannetta – Mariana Cunha (Ribeirã Preto) – Coral Minaz

Dias 4, 6, 10 e 12 de agosto – em forma de concerto
Teatro Colón – Buenos Aires
Ópera “Tristão e Isolda”, de Richard Wagner
Libreto do próprio compositor.  Serão interpretados o Prelúdio, o Ato II e a Morte de amor. Orquestra West-Eastern Divan (WEDO ). Direção musical de Daniel Barenboim. Elenco: Tristan: Peter Seiffert / Isolde: Waltraud Meier / Brangäne: Ekaterina Gubanova / El Rey Marke: René Pape

Dias 5, 7 e 9 de agosto – encenada
Theatro da Paz – Belém
Ópera “Mefistófele”, de Arrigo Boito
Festival de Ópera do Theatro da Paz – Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz – Coral Lírico do XIII Festival de Ópera do Theatro da Paz – Coral Infanto-Juvenil Vale Música – Direção Musical e regência: Miguel Campos Neto – Concepção, encenação e Iluminação: Caetano Vilela – Cenografia: Chris Aizner – Supervisão Artística: Gilberto Chaves e Mauro WronaElenco: Denis Sedov, Mefistofele – Daniella Carvalho, Helena de Troia – Fernando Portari, Fausto – Adriane Queiroz, Margarida – Celine Imbert,Marta e Pantális

Dias 08 e 10 de agosto – encenada
Theatro São Pedro – SP
Ópera “Las horas vacias”, de Ricardo Llorca
Estreia nacional.  Ópera-monodrama para soprano, atriz, piano, coro e orquestra de cordas com texto também de Ricardo Llorca. Regência de Emmanuel Plasson.

Dia 9 de agosto – encenada
Teatro Minaz – Ribeirão Preto
Ópera Estúdio “Trouble in Tahiti”, de Leonard Bernstein
II Festival de Óperas de Ribeirão Preto. Montagem da Fábrica de Óperas – IA Unesp, que continua com sua proposta de ser um projeto pioneiro de performance em ópera de repertório.  Direção Musical do Maestro Abel Rocha – - Tradução: Luiz Guimarães – Pianista Preparador: Lucas Nogara – Direção Cênica: Luiz Eduardo Frin – Ensaiador: Jorge de Godoy – Elenco: Marcela Panizza (Dinah), Vicente Sampaio (Sam) – Trio: Gabrielle Agura, Luiz Guimarães, Gabriel Francisco Silva – Girls: Ana Medeiros, Andressa Thiemi Braga, Ariadne Menegon, Maju Pintyá, Carolina Janson, Lívia Cubayachi – Boys: Andrey Ivanov, Eduardo Virgílio, Tiago Morandi, Lucas Albuquerque, Marcus Danilo Ouros.

Dias 22 e 23 de agosto – encenada
Theatro da Paz – Belém
Ópera “Blue monday”, de George Gershwin
Festival de Ópera do Theatro da Paz – Direção cênica: Glaucivan Gurgel – Cenografia: Lília Chaves e Maria Sylvia Nunes – Figurino: Hélio Alvarez – Iluminação: Rubens Almeida – Visagismo: André Ramos – Coreografia: Ana Unger e Aline Dias – Elenco: Jean WilliamJoe – Marly MontoniVi David Marcondes, Tom – Andrey Mira, Sam –Raimundo Mira, Mike
Tiago Costa, Prólogo – Daniel Gonçalves, Sweetpea – Carlos Vera Cruz, Carteiro.

Dias 22, 23, 24, 27 e 29 de agosto – encenada
Teatro Municipal do RJ
Ópera “Salomé”, de Richard Strauss
Direção de Cena: André Heller-Lopes – Regência: Sílvio Viegas – Solistas: Cristina Baggio, Lício Bruno, Ricardo Tuttmann, Carolina Faria, Ivan Jorgensen, Homero Velho -
Solista Especialmente Convidada: Eliane Coelho

Dias 06, 09, 11, 14, 16, 18 e 20 de setembro – encenada
Teatro Municipal de São Paulo
Ópera “Salomé”, de Richard Strauss
Direção musical de John Neschling – Direção cênica de Lívia Sabag – Elenco: Salomé (Nadja Michael e Alexandrina Pendatchanska) – Herodes (Peter Bronder e Jürgen Sacher) – Herodiades (Iris Vermillion e Alejandra Malvino) – Jochanaan (Steven Mark Doss e Michael Kupfe), entre outros. Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo.

Dia 11 de setembro – encenada
Teatro Minaz – Ribeirão Preto
Ópera “Acis and Galatea”, de Händel (1685-1759)
II Festival de Óperas de Ribeirão Preto. O libreto trata da história de amor entre a ninfa semidivina, Galatea, e o pastor Acis que é morto pelo gigante Polyphemus e transformado em fonte de águas límpidas por sua amada. A montagem  tem a direção musical do Maestro Mítia D’Acol e a direção cênica de André Cruz.  No elenco  como Acis  o tenor mineiro Wagner Moreira, como Galatea a soprano Lilian Giovanini, como Polyphemo  Lucas Curtarelli, como Damon – Sasha Ganade além do Madrigal Minaz acompanhados por orquestra formada por instrumentistas especializados em música barroca vindos de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Os cenários e figurinos são realizados pelo Núcleo de Montagens da Cia. Minaz.


Dias 12, 13, 15, 22, 23 e 28 de setembro – encenada
Teatro Municipal de Santiago – Chile
Ópera “Turandot”,  Giacomo Puccini
Inconclusa até sua morte e completada por Franco Alfano, representa o trabalho mais maduro e magnífico do compositor italino do período pós romântico. Ambientado na China ancestral, um mundo especialmente sedutor e atraente, a obra reviverá a grande produção de Robert Oswald (Argentina) tendo sua direção cênica, cenografia e iluminação adicionada aos figurinos de Anibal Lápis e à regência e direção musical de Andriy Yurkevych. A Princesa Turandot será Elisabete Matos; Alfred Kim é Calaf; Gulmara Schafigulina (Liú) e Alexey Tikhomirov será Timur. Coro de meninos The Grange School, Coro do Teatro Municipal e Orquestra Filarmônica de Santiago.

Dias  16, 19, 20, 21 e 23 de setembro – encenada
Teatro Colón – Buenos Aires
Ópera “Falstaff”, de Giuseppe Verdi
Libreto de Arrigo Boito, baseado em As alegres comadres de Windsor e fragmentos deHenrique IV, de William Shakespeare. Produção do Teatro Colón.  Direção musical de Roberto Paternostro – Direção de cena de Arturo Gama Terrazas – Cenários e iluminação de Juan Carlos Greco – Figurinos de Aníbal Lápiz. Elenco: Sir John Falstaff: Ambrogio Maestri / Alice Ford: Bárbara Frittoli / Ford: Simone Piazzola / Nanetta: Aída Garifullina / Fenton: Emanuele D´Aguanno / Quickly: Elisabetta Fiorillo / Meg Page: Guadalupe Barrientos / Dr. Caius: Sergio Spina.

- Dias 20, 22 e 24 de setembro – encenada
Theatro da Paz – Belém
Ópera “Otello”, de Giuseppe Verdi
Festival de Ópera do Theatro da Paz – Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz – Coral Lírico do XIII Festival de Ópera do Theatro da Paz – Coral Infanto-Juvenil Vale Música – Direção musical e regência: Sílvio Viegas – Direção cênica: Mauro Wrona – Cenografia: Duda Arruk – Iluminação: Wagner Antônio – Figurino: Fábio Namatame – Visagismo: André Ramos
- Supervisão artística: Gilberto Chaves – Elenco: Walter Fraccaro, Otello – Gabriella Rossi, Desdêmona – Ana Victória Pitts, Emilia – Antônio Wilson, Cássio – Andrew Lima, Roderigo – Rodrigo Esteves, Yago – Andrey Mira, Montano – Sávio Sperandio,Lodovico – Jefferson Luz, Arauto.

Dias 25, 27 de setembro, 03 e 05 de outubro – encenada
Theatro São Pedro – SP
Ópera “Ártemis”, de Alberto Nepomuceno
Episódio lírico em um ato de Alberto Nepomuceno sobre libreto de Coelho Neto (a montagem lembra os 150 anos de nascimento do compositor). Regência de Roberto Alvim e Emiliano Patarra. Cantores: INÁCIO DE NONNO – Barítono e EIKO SENDA – Soprano

Dias 18, 19, 21, 23, 25, 26, 28 e 29 de outubro – encenada
Teatro Municipal de São Paulo
Óperas “Cavalleria Rusticana” e “I pagliaci”, respectivamente de Pietro Mascagni & Ruggero Leoncavallo
Direção musical de Ira Levin – Direção cênica de Pier Francesco Maestrini (Cavalleria Rusticana) & Francesco Micheli (I Pagliacci) – Elenco: Santuzza (Tuija Knihtlä e Elena Lo Forte) – Turiddu (Walter Fraccaro e Marcello Vannucci) – Alfio (Angelo Veccia e Francesco Landolfi) – Lola (Luciana Bueno e Mere Oliveira) – Mamma Lucia (Lídia Schäffer) entre outros. Coro do Theatro Municipal e Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo.

Dias 28 e 31 de outubro e 1, 2 e 4 de novembro – encenada
Teatro Colón – Buenos Aires
Ópera “Elektra”, de Richard Strauss
Libreto de Hugo von Hofmannsthal. Produção do Teatro Colón. Direção musical de Roberto Paternostro – Assistente do Diretor musical Hartmut Keil – Direção de cena de Pedro Pablo García Caffi – Cenários, figurinos e iluminação de Pedro Pablo García Caffi. Elenco:  Klytemnestra: Iris Vermillion e Adriana Mastrangelo / Elektra: Linda Watson e Jeanne Michèle Charbonnet / Hrysothemis: Manuela Uhl e Carla Filipcic Holm / Orest: Hernán Iturralde / Aegisth: Enrique Folger.

Dias 29 de outubro e 04, 05, 06, 08 e 10 de novembro – encenada
Teatro Municipal de Santiago – Chile
Ópera “A Flauta Mágica”, W. A. Mozart
No elenco, o tenor leggero Joel Prieto (Pamino); os sopranos Jennifer O’ Loughlin – como Rainha da Noite e Anett Fritsch (Pamina); o baixo In-Sung Sin (Sarastro); Adam Cioffari (Papageno), com direção musical e regência de Konstantin Chudovsky, direção cênica de Miryan Singer com cenografia e iluminação de Ramón López.

Dias  25, 26, 28, 29 e 30 de novembro e 2 de dezembro – encenada
Teatro Colón – Buenos Aires
Ópera “Madama Butterfly”, de Giacomo Puccini
Libreto de Luigi Illica e Giuseppe Giacosa, baseado na obra teatral Madama Butterfly, de David Belasco, inspirada na história homônima de John Luther Long e na novela Madame Chrysanthème de Pierre Loti. Produção do Teatro Colón. Direção musical de Ira Levin – Direção de cena de Hugo De Ana – Cenários, figurinos e iluminação de Hugo De Ana. Elenco: Cio Cio San: Patricia Racette / Pinkerton: James Valenti / Suzuki: Guadalupe Barrientos / Sharpless: Fabián Veloz / Goro: Sergio Spina.

Dias 26, 28, 30 de novembro, 04, 05, 07 de dezembro – encenada
Theatro São Pedro – SP
Ópera “Le nozze di fígaro”, de Mozart
Ópera cômica em quatro atos de W. A. Mozart sobre libreto de Lorenzo da Ponte, com base na comédia homônima de Beaumarchais. Regência de Emiliano Patarra – Direção cênica de Lívia Sabag. Cantores: CLÁUDIA AZEVEDO – Soprano / PAULA ALMERARES – Soprano / LUCAS DEBEVEC MAYER – Baixo / CARLOS DAZA – Barítono / LUÍSA FRANCESCONI – Mezzo-soprano / CARLOS EDUARDO MARCOS – Baixo / GIOVANNI TRISTACCI – Tenor

Dias 26, 28, 29 e 30 de novembro, e 02, 04, 05 e 07  de dezembro – encenada
Teatro Municipal do RJ
Ópera “Madama Butterfly”, de Giacomo Puccini
Libreto: Luigi Illica e Giuseppe Giacosa – Participação de solistas convidados – Direção de Cena: Carla Camurati – Regência: Isaac Karabtchevsky

- Dias 27, 28 e 29 de novembro – forma de concerto
Sala São Paulo – Produção Osesp
Ópera “La damnation de Faust”, de Hector Berlioz
Frank Shipway na regência – Coro da Osesp – Coro Infantil da Osesp – Elenco: Jane Irwin, mezzo soprano – Andrei Dunaev, tenor – Morten-Frank Larsen, barítono – Francisco Meira, baixo-barítono. Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.

Dias 29 e 30 de novembro e dias 02, 04, 06, 07, 09, 11 e 13 de dezembro – encenada
Teatro Municipal de São Paulo
Ópera “Tosca”, de Giacomo Puccini
Direção Musical de Oleg Caetani – Direção cênica de Marco Gandini. Elenco: Floria Tosca (Amanda Echalaz e Ausrine Stundyte) – Mario Cavaradossi (Marcelo Alvarez e Stuart Neill) – Scarpia (Roberto Frontali e Nelson Martinez), entre outros. Coro do Theatro Municipal e Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo.

Fonte: http://www.movimento.com/

Comentários

  1. Parabéns pela iniciativa de criar um catalogo.
    Assim se torna muito mais fácil conhecermos o movimento lirico a nível nacional, do contrario, tenderemos a pensar que só existe opera e musica clássica no Rio e em SP, angulo muito pior este que venderia a impressão que nossa cultura musical clássica, já tão delapidada, esta limita ao eixo sudeste e sul.
    Gostaria que propor que seu blog se tornasse mais abrangente, dando mais espaço a divulgar noticias das produções de outras regiões.

    ResponderExcluir

Postar um comentário