O SOPRANO LEILA GUIMARÃES MINISTRARÁ O PRIMEIRO WORKSHOP DE TÉCNICA VOCAL E CORREÇÃO.


                                                     Leila Guimarães na produção de Turandot de Zhang Yimou, Teatro Regio di Torino (Itália)


O soprano Leila Guimarães, com o apoio do Instituto Baccarelli, ministrará um workshop sobre técnica vocal, abordando os principais aspectos da correta emissão vocal, como mecânica corporal, correção na emissão do som e da fonética aplicada à música. 
Os masterclasses de canto, em geral, tem como principal enfoque a interpretação de árias de ópera, onde são trabalhados aspectos como adequação de estilo, pronúncia correta da língua estrangeira, traços do personagem e matizes vocais, mas com frequência tais objetivos são dificultados pelas limitações técnicas dos cantores.   
O I Workshop de Técnica Vocal e Correção vem suprir essa demanda, apontando e elucidando os principais problemas relacionados à emissão da voz, os quais dificultam a correta interpretação do texto musical. O workshop acontecerá no dia 30 de agosto, no Instiuto Baccarelli, na cidade de São Paulo, com duração de seis horas, dividido em dois turnos, manhã e tarde.

Inscrições e demais informações:
Email: rafacassiano89@hotmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/events/1424563947820235/?ref_dashboard_filter=upcoming

Local:
Instituto Baccarelli
Estrada das Lágrimas, 2.317 - São João Clímaco, São Paulo - SP


O soprano Leila Guimarães estudou nos Estados Unidos durante cinco anos com o consagrado meio-soprano Nell Rankin, aluna de Jeannie Lorraine que por sua vez foi aluna de Manuel Garcia, o maior formador de grandes vozes do passado. É detentora de um Emmy, da Academy of Television Arts & Sciences, EUA, por sua atuação ao lado de Pavarotti em La Bohème de Puccini. “Magnifica”, disse dela o Corriere della Sera, maior jornal da Itália, comentando sua atuação na estréia mundial de Il Consul de Menotti, em Monte-Carlo. “Sua rica e cremosa voz iluminada faz crer que Villa-Lobos compôs Bachianas n.5 pensando nela, ou que aquela partitura estivesse esses anos todos esperando por ela”, escreveu Stereo Review, USA. “Ela espalha em volta de si aquela poeira de estrelas que só as divas espalham”, disse Nice Matin, França. “A mais bonita Norma do mundo”, comentou Mauro Bolognini ao vê-la em Catânia, Itália.



Comentários