MELHORES E PIORES DE 2014 PELO BLOG DE ÓPERA E BALLET: PIOR CANTOR SOLISTA, GIANCARLO MONSALVE.

   

   Giancarlo Monsalve é tenor chileno e se apresentou no Theatro Municipal de São Paulo na ópera Cavallaria Rusticana fazendo o personagem Turiddu. Sua apresentação foi abaixo do aceitável Conseguiu a proeza de ser vaiado pelo público paulista, este que costuma ser muito condescendente com os artistas. Monsalve cantou dias 21 e 23 de Outubro, estava escalado para cantar mais duas vezes e foi substituído por Walter Fraccaro. Oficialmente vão dizer que ele teve um problema de saúde tipo unha encravada ou algo do tipo. A verdade é que ele foi dispensado por não ter nenhuma capacidade vocal de cantar no Municipal, será que quem o contratou nunca o tinha ouvido antes? Nos ensaios ninguém percebeu as deficiências do tenor? 
   Giancarlo Monsalve, não pense que os críticos de ópera no Brasil são pagos para falar mal de você, escrevemos com isenção e não me venha com essa conversa que pessoas querem acabar com sua carreira e nos pagam para descer a lenha. Você se apresentou de forma péssima e a críticas refletiram isso, tanto é verdade que a própria direção do teatro o dispensou.
Abaixo seguem trechos da crítica referente a Giancarlo Monsalve publicados no blog de Ópera e Ballet.  

 O tenor Giancarlo Monsalve esteve aquém do personagem Turiddu. Voz fechada com agudos sem brilho, procura o conforto na região média e o timbre se mostra sem vigor e ocre. Tenor sem condição técnica para se apresentar no palco do municipal que recebeu vaias por pequena parte do público ao final da apresentação.

  A dobradinha Cavalleria Rusticana & I Pagliacci  apresentou cantores nacionais de alto nível vocal e cênico. Enquanto isso o tenor chileno Giancarlo Monsalve, que se apresentou como Turiddu nos dias 18 e 21 e levou algumas vaias, desapareceu das outras apresentações que estava previamente escalado. Dizem que uma gravação enviada ao diretor, este na Europa, selou o fim do tenor no Theatro Municipal de São Paulo. 

Comentários