MELHORES E PIORES DE 2014 PELO BLOG DE ÓPERA E BALLET: MELHOR CENÁRIO, OTELLO DE DUDA ARUK, FESTIVAL DE ÓPERA DO THEATRO DA PAZ.


     Em um mundo onde predominam diretores e cenógrafos com maluquices modernas, que querem aparecer mais que tudo a ópera Otello de Verdi apresentada no Theatro da Paz de Belém do Pará se destaca pela criatividade dos cenários. Simples, funcionais e inteligentes, mostram todo o clima de tragédia inerente ao texto. Assim se resume a proposta cenográfica de Duda Aruk e por isso foi eleita pelos nobres jurados desse Blog como o Melhor Cenário de 2014.  Abaixo seguem trechos das críticas da ópera Otello apresentada no Theatro da Paz.

"Cenários de Duda Arruk em dobraduras, simples mas funcionais, resolvem bem as cenas; utilizou-se o preto, prateado, e inicialmete com o pano de boca preto,  para dar o clima trágico do enredo. Efeitos espelhados inteligentes e lindo o prisma do ato III."
Marco Antônio Seta 

  " Mauro Wrona faz das dificuldades da montagem uma motivação. Acerta nas cenas impactantes, nas movimentações do coro e dos solistas e nas sutilezas dos personagens. Direção correta que opta pelo contar dos fatos de modo linear onde expressões e movimentos são interligados as falas mostrando os interesses de cada personagem. Os cenários simples e geométricos de Duda Aruk unidos a excelentes e representativos figurinos de época de Fabio Namatame dialogam com as ideias da direção com harmonia. O auge é a cena final do terceiro ato, um primor de interpretação de Otello e Iago."
Ali Hassan Ayache

Comentários