"PORANDUBA" , DE VILLANI-CÔRTES NO THEATRO SÃO PEDRO- SP.



A montagem inédita da ópera brasileira “Poranduba” tem a direção criativa do Atelier Marko Brajovic.
A ópera em três atos do brasileiro Edmundo Villani-Côrtes, baseada no libreto de Lúcia Pimentel Góes, é o segundo título da temporada lírica de 2015 do Theatro São Pedro – equipamento da Secretaria do Estado da Cultura de São Paulo, administrado pela Organização Social Instituto Pensarte. Poranduba, uma obra totalmente brasileira inspirada nas lendas amazônicas, terá regência e direção musical do maestro André Dos Santos e direção cênica de Caio Ferreira e Roberto Rebaudengo.
Poranduba é uma ópera com características especiais da nossa cultura, na qual através das palavras Poranduba (O Bom Língua), são narrados vários contos indígenas que estão interrelacionados pela presença do fogo. Estreou em 2007 no Festival de Amazonas de Ópera e, pela primeira vez será apresenta em São Paulo. “A música que coloquei nesta partitura é uma visão minha e inspirada na música amazônica. O índio que coloquei nessa ópera é um índio da minha imaginação”, comenta o compositor Villani-Côrtes.
Para esta montagem, a Orthesp será regida pelo maestro André Dos Santos, com a  participação dos coros: Coro Infantojuvenil da Escola Municipal de Música com regência de Regina Kinjo; Coral Lírico Paulista, regido por Nibaldo Araneda. A criação é assinada pelo Atelier Marko Brajovic, conhecido por diversos trabalhos, como a exposição de David Bowie no MIS em 2014.
Destacam-se no elenco o tenor Leonardo Neiva no papel-título Poranduba, a soprano Gabriela Pacce no papel de Ceucy; o tenor Eric Herrero como o Juripari, A Mãe será interpreta pela mezzo-soprano Céline Imbert e Eduardo Amir será o Pai.
A ópera conta com a participação dos membros da Academia de Ópera Theatro São Pedro. São eles a soprano Roseane Soares, como Saracura; o barítono Eduardo Fujita, no papel de Kanassa e a mezzo-soprano Aline Lobão, como Iacy.
Poranduba
Poranduba é uma ópera com características muito especiais para a nossa cultura, na qual através das palavras Poranduba (O Bom Língua), são narrados vários contos indígenas que estão interrelacionados pela presença do fogo, elemento representativo da vida quando as forças do bem e do mal entram em combate, transpondo a simbologia do fogo em suas várias dimensões.
Poranduba conta histórias e lendas amazônicas de seu povo e cultura, como quando o “Fogo ainda não era” e Kanassa saiu à procura de sua semente; o surgimento do Sol (Cuara) e da Lua (Yaci); a menina Caraíba tomada pelo espírito da deusa Ceucí e fecundada pelo sumo dos frutos de curumã; o nascimento de Jurupari, o Deus-Legislador; a batalha dos seres ígneos com poder do bem e do mal para se apoderarem do fogo onde Kanassa o tinha lançado. Trata-se de uma ópera que valoriza nossas tradições suprindo a lacuna existente no calendário de óperas genuinamente brasileiras.
Palestra: O Theatro São Pedro realiza uma palestra gratuita que antecede todas as récitas de Poranduba. A palestra será ministrada por Leandro Oliveira e irá aborda de forma descontraída e informativa a vida dos compositores, as circunstâncias históricas da composição, além da história das óperas e curiosidades.
Ficha técnica
Direção musical e regência: André Dos Santos
Direção cênica: Caio Zaccariotto Ferreira e Roberto Rebaudengo
Direção de arte, cenografia e iluminação: Atelier Marko Brajovic e Roberto Rebaudengo
Figurino e visagismo: Teka Brajovic
Coreografia e performance: Eduardo Fukushima
Elenco
Poranduba: Leonardo Neiva | barítono
Saracura: Roseane Soares* | soprano
Kanassa: Eduardo Fujita* | barítono
Iacy: Aline Lobão* | mezzo-soprano
Ceucy: Gabriella Pace | soprano
Jurupari: Eric Herrero | tenor
A Mãe: Celine Imbert | mezzo-soprano
O Pai: Eduardo Amir| barítono
Coro Infantojuvenil da Escola Municipal de Música |Regência Regina Kinjo
Coral Lírico Paulista |Regência Nibaldo Araneda
Orquestra do Theatro São Pedro

 SERVIÇO

Theatro São Pedro – Ópera “Poranduba”
Rua Dr. Albuquerque Lins, 207
São Paulo – Metrô Marechal Deodoro
Telefone: (11) 3661.6600
www.theatrosaopedro.org.br
Dias 22, 24, 29 de abril e 1° de maio, às 20h.
Dias 26 de abril e 3 de maio, às 17h.
Preços da estreia
Plateia …………………………………………….. R$ 70,00
1º balcão …………………………………………. R$ 40,00
2º balcão ………………………………………… R$ 30,00
 
Demais Récitas
Plateia ……………………………………………. R$ 60,00
1º balcão ………………………………………… R$ 30,00
2º balcão ……………………………………….. R$ 20,00
 
Descontos
Estudantes, aposentados, pessoas acima dos 60 anos e professores da rede pública estadual, devidamente identificados, têm desconto de 50% nas assinaturas.
 
Acessibilidade Comunicacional
Nas récitas dos dias 24 e 29 de abril e 1°de maio, às 20h, haverá acessibilidade para cegos e surdos. Para utilizar este recurso, os interessados poderão usar o seu próprio aparelho de celular ou tablet.
 
Como comprar
Bilheteria do Theatro São Pedro
Acesso pela Rua Barra Funda, 171 – São Paulo – Metrô Marechal Deodoro
Terça a domingo, das 10 às 22h.
Tel: (11) 3661.6600
Pelo Ingresso Rápido – Tel: (11) 4003.1212

FONTE: http://www.movimento.com/

Comentários