EVGENY KISSIN SE APRESENTA NA SALA SÃO PAULO. ARTIGO DE VIVIANE CARNIZELO NO BLOG DE ÓPERA E BALLET.



A convite da Sociedade de Cultura Artística, o pianista russo Evgeny Kissin fará dois recitais na cidade, em 14 e 17 de junho. Kissin é um dos grandes nomes do piano atualmente. Com vasta carreira, que iniciou profissionalmente aos dez anos de idade como concertista, ele é um dos grandes intérpretes do romantismo, com belas gravações de Chopin e Liszt, e dos russos modernos como Stravinsky.
É a primeira vez que ele se apresenta por essas terras. Em outro ano que aqui esteve, 2012, chegou ao solo brasileiro para partir logo em seguida, por conta de um problema pessoal, antes mesmo de se apresentar. Eu bem me lembro, havia comprado um lugar no coro, do melhor lado, para os dois dias. Havia conseguido também permissão para participar da coletiva de imprensa. Naqueles tempos, a devolução do dinheiro em nada me apaziguou das lamúrias do cancelamento de recital.
Mas agora ele há de se apresentar, e aqui ele vai mostrar que é dono de um vasto repertório: Sonata em dó maior de Mozart, Apassionata de Beethoven, Intermezzos do opus 117 de Brahms e uma seleção de Albeniz. No bis ele tem executado a HeroicPolonaise de Chopin, mas pode ser que ele guarde alguma surpresa para o público de São Paulo, que não costuma deixar a Sala antes do terceiro bis.
Os ingressos para suas apresentações já se esgotaram, mas para quem dispõe de paciência e esperança, a Sociedade de Cultura Artística costuma formar uma fila de espera no estacionamento da Sala na noite da apresentação. Eu já tive a sorte de entrar assim, ano passado, em uma regência de Dudamel. Não sei se a procura vai ser maior para Kissin.
De qualquer modo, vejo vocês na noite do domingo.

Viviane Carnizelo

Evgeny Kissin,  foto Internet. 

Comentários