46º FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPOS DO JORDÃO | 04 DE JULHO A 02 DE AGOSTO DE 2015 | PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA‏



                                                           Orquestra do Festival com Marin Alsop (2014) 
Em sua 46ª edição, o Festival de Inverno de Campos do Jordão oferece ao público o melhor da música clássica nacional e internacional, reunindo renomados artistas e grupos convidados nos palcos oficiais da cidade e também na capital paulista. Serão 84 concertos – sendo 65 gratuitos –, incluindo 31 de orquestras e bandas sinfônicas, 29 de música de câmara, 16 recitais e 8 corais. 
A abertura oficial acontece no dia 04/07 (sáb, 20h30), com um concerto da Osesp e do Coro da Osesp sob a regência de Marin Alsop, interpretando Os Planetas, de Holst. No mesmo dia, às 12h00, antes da abertura oficial, o Coral da Fundação Bradesco inaugura os concertos ao ar livre na Praça do Capivari, apresentando um repertório dedicado à música popular em arranjos de Sonia Di Morais e Swami Jr.  
O principal destaque é a Orquestra do Festival, formada pelos bolsistas desta edição, que apresentará três programas: o primeiro comandado pela regente Sian Edwards (Chefe do Curso de Regência da Royal Academy de Londres), nos dias 11/07 (Auditório Claudio Santoro) e 12/07 (Sala São Paulo), tendo como solista convidado o violinista brasileiro Luíz Filíp (Filarmônica de Berlim); o segundo sob a regência de Marin Alsop (Diretora musical e regente titular da Osesp), nos dias 18/07 (Auditório Claudio Santoro) e 19/07 (Sala São Paulo); e o terceiro regido pelo celebrado Eiji Oue (Filarmônica da Rádio NDR de Hannover), dias 25/07 (Auditório Claudio Santoro) e 26/07 (Sala São Paulo), marcando o encerramento das atividades pedagógicas.
Destaque também para a Camerata do Festival, formada pelos alunos com bolsas parciais desta edição, e dedicada ao repertório dos períodos clássico e romântico, que será preparada pelo maestro assistente Yuri Azevedo e regida pelos bolsistas do curso de regência. O grupo se apresenta nos dias 18/07 (Praça do Capivari) e 25/07 (Auditório Claudio Santoro).
Na última semana, de 27/07 a 02/08, será realizada a segunda edição do Festival Coral, cujo encerramento acontece no dia 01/08 (sáb, 20h30), com um concerto do Coro do Festival, sob a regência de Carlos Fernandez Aransay, seguido pela Osesp, regida por Giancarlo Guerrero, com a participação dos Coros do Festivalda Osesp e Acadêmico da Osesp interpretando a Cantata Criolla, de Antonio Estévez. Todas as apresentações acontecem no Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão.
Além da tradicional programação que acontece diariamente nos palcos oficiais de Campos do Jordão (Auditório Claudio Santoro, Praça do Capivari, Espaço Cultural Dr. Além, entre outros), a novidade nesta edição são os concertos realizados em maior número no auditório da Sala São Paulo, como os da Filarmônica de Goiás, da Sinfônica de Heliópolis, da Sinfônica da USP, do Duo Assad e do Brodsky Quartet (quarteto de cordas residente do Festival), e também na Sala do Coro, onde o público poderá assistir concertos de câmara gratuitos das atrações convidadas e recitais de professores e bolsistas.
O encerramento do Festival será realizado no dia 02/08, às 16h30, no Auditório Claudio Santoro, com uma apresentação da Campos Filarmônica.
ORQUESTRA DO FESTIVAL

 
                                                                         ​Sian Edwards                                                        
                                                                                             Marin Alsop                                                          
     
                                                                                          Eiji Oue
Orquestra do Festival é a grande atração do Festival de Inverno de Campos do Jordão, sendo um dos pontos centrais de seu projeto pedagógico. Formada pelos bolsistas desta edição, faz três programas sob o comando de três prestigiados regentes, com dois concertos cada, tanto no Auditório Claudio Santoro como na Sala São Paulo. 
O primeiro programa será comandado pela britânica Sian Edwards (Chefe do Curso de Regência da Royal Academy), nos dias 11/07 (sáb, 20h30, Auditório Claudio Santoro) e 12/07 (dom, 11h, Sala São Paulo), O solista convidado é o violinista brasileiro Luíz Filíp (Filarmônica de Berlim) e o repertório inclui o Concerto para Violino em ré menor, Op.47, de Sibelius, e Quadros de uma Exposição (orquestração de Maurice Ravel), de Mussorgsky. Sian Edwards foi diretora da English National Opera e regeu várias orquestras internacionais, entre estas a Filarmônica de Los Angeles, a Orquestra de Paris, a Sinfônica de Viena e a London Philharmonic Orchestra, com a qual gravou diversos CDs. Luíz Filíp iniciou seus estudos de violino aos quatro anos de idade na Escola Fukuda, tendo aulas com a violinista Elisa Fukuda até os 16 anos. Foi bolsista no 32º Festival de Inverno de Campos do Jordão, quando ganhou o "Prêmio Eleazar de Carvalho", o que permitiu a ele ir para a Alemanha aperfeiçoar seus estudos. Desde 2001, reside na Alemanha, tornando-se, em 2012, o primeiro e único brasileiro a integrar a Filarmônica de Berlim, uma das mais importantes orquestras do cenário erudito mundial. 
O segundo programa terá regência de Marin Alsop (Diretora musical e regente titular da Osesp), com apresentações nos dias 18/07 (sáb, 20h30, Auditório Claudio Santoro) e 19/07 (dom, 11h, Sala São Paulo), incluindo a Sinfonia nº 7 em ré menor, Op.70, de Dvórak, e O Pássaro de Fogo: Suíte - Versão 1919, de Stravinsky. Marin Alsop participa desde 2012 como regente e professora do curso de regência do Festival de Campos do Jordão.
O terceiro programa, sob a batuta do celebrado maestro japonês Eiji Oue (Filarmônica da Rádio NDR de Hannover), acontece nos dias 25/07 (sáb, 20h30, Auditório Claudio Santoro) e 26/07 (dom, 11h, Sala São Paulo), marcando o encerramento das atividades pedagógicas. O programa inclui as obras Passacaglia, de Marlos Nobre, e Sinfonia nº 1 em Ré maior – Titã, de Gustav Mahler. Eiji Oue iniciou seus estudos no Japão e, posteriormente, cursou o Tanglewood Music Center, nos EUA, onde conheceu o maestro e compositor Leonard Bernstein, que se tornou seu mentor e colega, e com quem dividiu três turnês internacionais. Também foi diretor da Filarmônica de Osaka, da Minnesota Orchestra e da Sinfônica de Barcelona, além de reger como convidado das mais renomadas orquestras internacionais.
Todos os concertos da Orquestra do Festival têm ingressos gratuitos.
ORQUESTRAS, REGENTES E SOLISTAS
A programação do Festival reúne algumas das mais atuantes orquestras e bandas do cenário sinfônico brasileiro. Os grupos recebem renomados intrumentistas como solistas convidados, nacionais e internacionais.
Osesp: faz três concertos no Festival, sendo dois sob a regência da titular Marin Alsop – um na abertura, dia 04/07, sáb, 20h30, executando a suíte sinfônica Os Planetas, de Gustav Holst; e outro no dia 11/07, sáb, 16h, com as obras Abertura Trágica, de Brahms; O Cavaleiro da Rosa: Suíte, de Richard Strauss; e as Valsas, Op.110: Excertos, de Prokofiev –, e um sob a regência de Giancarlo Guerrero, no dia 01/08, sáb, 20h30, juntamente com o Coro da Osesp, o Coro Acadêmico da Osesp e Coro do Festival, apresentando a Cantata Criolla, de Antonio Estévez, no encerramento do Festival Coral. Todos os concertos serão realizados no Auditório Claudio Santoro, em Campos do Jordão, com ingressos a R$ 80,00.
 
                                                                ​​
Filarmônica de Goiás                                                                 
   
Filarmônica de Goiás: pela primeira vez no Festival, faz dois concertos, um em Campos do Jordão e outro em São Paulo. Uma das mais promissoras orquestras no cenário da música erudita nacional, a Filarmônica de Goiás tem regência de seu diretor artístico e maestro titular, o britânico Neil Thomson, e recebe o consagrado violoncelista brasileiro, radicado na Suíça, Antonio Meneses. No repertório, Froissart, Op.19 e Concerto para Violoncelo em mi menor, de Edward Elgar, e a Sinfonia nº 2 – Os Quatro Temperamentos, de Carl Nielsen. 10/07, sex, 20h30, Auditório Claudio Santoro. R$ 50,00. | 11/07, sáb, 16h, Sala São Paulo. R$ 50,00.
 
​                                                                  
Sinfônica Heliópolis                                                         

Orquestra Sinfônica Heliópolis: sob a regência de Isaac Karabtchevsky, apresenta dois concertos no Festival. Os solistas convidados são o pianista Eduardo Monteiro, o violoncelista Hugo Pilger e a jovem violinista Barbara Galante, vencedora do Prêmio Eleazar de Carvalho no 45º Festival, em 2014. No programa estão a Abertura Brasil 2012, de Dmitri Cervo; o Concerto tríplice em Dó maior, de Beethoven; e a Sinfonia nº 2 em Ré maior, de Brahms. 12/07, dom, 16h30, Auditório Claudio Santoro. R$ 20,00. | 13/07, seg, 20h30, Sala São Paulo. R$ 20,00.
Orquestra Sinfônica da USP: faz dois concertos no Festival, tendo como regente convidado o inglês Michael Collins, que também atuará como solista de clarinete no programa. As obras executadas serão La Cenerentola: Abertura, de Rossini; o Concerto nº 2 para Clarinete em Mi bemol maior, de Carl Maria von Weber; e a Sinfonia nº 9 em Dó maior - A Grande, de Schubert. 19/07, dom, 16h, Sala São Paulo. R$ 20,00. | 23/07, qui, 20h30, Auditório Claudio Santoro. R$ 20,00.
Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo: sob a regência de John Neschling, recebe o saxofonista belga Simon Diricq como solista convidado e apresenta um programa que inclui as obras Impressões Brasileiras, de Ottorino Respighi, Scaramouche para Saxofone e Orquestra, de Darius Milhaud, além de duas peças de Villa-Lobos: Fantasia para Saxofone e Orquestra e Choros nº 6. 05/07, dom, 16h30, Auditório Claudio Santoro. R$ 50,00.
Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas: comandada por Victor Hugo Toro, volta a tocar no Festival de Campos do Jordão, depois de seis anos de ausência na programação, e comemora 85 anos de existência, sendo uma das orquestras mais antigas do Brasil. O grupo recebe como solista o trompetista venezuelano Pacho Flores. No programa, Fosca: Abertura, de Carlos Gomes; Concerto para Trompete, de Domenico Cimarosa; Le Coucou, de Louis-Claude Daquin; e Petrouchka, de Stravinsky. 09/07, qui, 20h30, Auditório Claudio Santoro. R$ 20,00.
Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo: regida por Cláudio Cruz, recebe o jovem pianista brasileiro radicado na Alemanha Fabio Martino em um programa que inclui As Bodas de Fígaro: Abertura, de Mozart; a Rapsódia sobre um Tema de Paganini, de Rachmaninov; e o poema sinfônico Assim falou Zaratustra, de Richard Strauss. 05/07, dom, 11h, Auditório Claudio Santoro. R$ 20,00.
Auditório Claudio Santoro | Outras atrações sinfônicas:
  • Orquestra Sinfônica de Santo André, com Abel Rocha, regente, e a russa Anna Serova (viola). 16/07, qui, 20h30, R$ 20,00.
  • Orquestra Sinfônica de São José dos Campos, com Marcello Stasi, regente, e Clelia Iruzun, piano. 19/07, dom, 16h30, gratuito.
  • Orquestra do Theatro São Pedro, com Luiz Fernando Malheiro, regente, e Luisa Francesconi, mezzo soprano. 24/07, sex, 20h30, R$ 20,00.
  • Campos Filarmônica, com Renata Cristina, regente, participação do Coral Unicamp Zíper na Boca e solistas convidados. 02/08, dom, 16h30, gratuito
Praça do Capivari | Concertos Sinfônicos Gratuitos ao Ar Livre:
  • Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, com João Maurício Galindo, regente, apresentando o programa “Um Século de Música em Viena”. 05/07, dom, 12h.
  • Orquestra Municipal de Jundiaí, com Claudia Feres, regente, e o oboísta Arcádio Minczuk (Osesp). 11/07, sáb, 12h.
  • Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, com Mônica Giardini, regente. Programa a ser anunciado. 11/07, sáb, 16h30.
  • Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, com Marcos Sadao Shirakawa, regente, e Hugo Possolo, narração. 18/07, sáb, 12h.
  • Jazz Sinfônica, com João Maurício Galindo, regente. Solistas: Maria de Lourdes Carvalho (flauta) e Daniel Alain (flauta). Apresenta o programa especial “Edmundo Villani-Côrtes – 85 Anos”. 19/07, dom, 12h.
  • Banda Sinfônica do Exército, com Eduardo Pereira, regente. 25/07, sáb, 12h.
  • Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, com Luís Gustavo Petri, regente, e o estoniano Martin Kuuskmann (fagote), como solista convidado. 25/07, sáb, 16h30.
  • Orquestra Experimental de Repertório, com Carlos Moreno, regente, e Nicolas Koeckert, violino. Faz a estreia mundial da peça Abertura Velhos Carnavais, de Arthur Barbosa, além de executar obras de Ravel e Tchaikowsky. 26/07, dom, 12h.
MÚSICA DE CÂMARA
 
                                                                   ​Brodsky Quartet                                                    

Diversos grupos de câmara nacionais e internacionais se apresentam ao longo do Festival, além dos grupos formados pelos professores e bolsistas desta edição, nos palcos oficiais de Campos do Jordão e também na Sala São Paulo (Sala do Coro).
Brodsky Quartet | Quarto de cordas residente do Festival: em 43 anos de existência, o quarteto britânico já fez cerca de três mil concertos ao redor do mundo, gravou mais de 60 discos, e tocou com Elvis Costello, Björk e Paul McCartney, sendo reconhecido por sua versatilidade e performance apaixonada. Os integrantes – Daniel Rowland e Ian Belton (violinos), Paul Cassidy (viola) e Jacqueline Thomas (violoncelo) – também se dedicam ao ensino musical, formando novas gerações de instrumentistas. Entre suas premiações mais recentes destacam-se o Diapason D’Or e o CHOC du Monde de la Music pela gravação dos quartetos de cordas de Britten, Beethoven e Janacek, e ainda um prêmio da Royal Philharmonic Society pela extraordinária inovação nos programas de seus concertos. O grupo faz duas apresentações no Festival, executando obras de Purcell, Beethoven e Bach, entre outros compositores, além de ministrar aulas aos bolsistas durante uma semana. 14/07, ter, 20h30, Sala São Paulo. R$ 50,00. | 15/07, qua, 20h30, Auditório Claudio Santoro, Campos do Jordão. R$ 50,00.
Quinteto Villa-Lobos: com 53 anos de trajetória, o grupo reúne os instrumentistas Rubem Schuenck (flauta), Luis Carlos Justi (oboé), Paulo Sergio Santos (clarinete), Philip Doyle (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote), e tem percorrido o território nacional e internacional em concertos, festivais e oficinas musicais. O Quinteto faz duas apresentações no Festival, tocando obras de compositores brasileiros, como André Mehmari, Villa-Lobos e Ronaldo Miranda. 24/08, sex, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito | 25/07, sáb, 17h, Capela do Palácio do Governo, Campos do Jordão. Gratuito.
Quarteto da Cidade de São Paulo: formado pelos violinistas Betina Stegmann e Nelson Rios, o violista Marcelo Jaffé e o violoncelista Robert Suetholz, o grupo realiza recitais e atividades pedagógicas. Seus concertos comentados apresentam um amplo repertório e promovem o contato do público com todas as tendências e escolas de composição. Neste programa, o grupo toca obras dos compositores brasileiros Radamés Gnattali e Claudio Santoro. 04/07, sáb, às 17h, Capela do Palácio do Governo, Campos do Jordão. Gratuito.
Camerata Fukuda, com Ugo Kageyama (regente) e Juan Rossi (violino): Uma das mais importantes orquestras de câmara do Brasil, fundada em 1988 pela violinista Elisa Fukuda e pelo regente Celso Antunes, é composta por 20 jovens músicos e tem cinco CDs gravados. O grupo toca obras de Haydn, Pietro Antonio Locatelli e Shostakovich. 06/07 (seg), 18h45, Espaço Cultural Dr. Além. Gratuito.
María Del Mar Rábago (clarinete), Natanael Ferreira (viola) e Dana Radu (piano): ex-bolsistas do Festival, a clarinetista María Del Mar Rábago (Prêmio Especial no 45º Festival de Inverno de Campos do Jordão) e o violista Natanael Ferreira (Prêmio Eleazar de Carvalho no 44º Festival de Inverno de Campos do Jordão), se apresentam acompanhados pela pianista Dana Radu, da Osesp, em dois recitais que incluem obras de André Jolivet, Jean Françaix, Leo Weiner e Schuman. 07/07, ter, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito. | 08/07, qua, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além. Gratuito.
Quinteto de Sopros da Osesp: formado pelos instrumentistas da Osesp, Cláudia Nascimento (flauta), Giuliano Rosas (clarinete), Arcádio Minczuk (oboé), Alexandre Silvério (fagote) e Nikolai Alipiev (trompa), o grupo interpreta  obras de Franz Dani, Brenno Blauth e Maurício Carrilho. 13/07, seg, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além, Campos do Jordão. Gratuito.
Quarteto Osesp: formado pelos instrumentistas da Osesp Emmanuele Baldini e Davi Graton, nos violinos, Peter Pas, na viola, e Ilia Laporev, no violoncelo, o grupo apresenta obras de Carl Nielsen e Maurice Ravel. 14/07, ter, às 18h45, Espaço Cultural Dr. Além, Campos do Jordão. Gratuito.
Maogani – Quarteto de Violões: o grupo carioca, formado pelos arranjadores-violonistas Marcos Tardelli, Paulo Aragão, Marcos Alves e Carlos Chaves, apresenta um repertório inteiramente dedicado ao compositor Ernesto Nazareth. 15/07, qua, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além, Campos do Jordão. Gratuito.
Camerata do Festival: formada pelos bolsistas parciais do Festival, o grupo faz duas apresentações em Campos do Jordão, comandado pelos alunos do curso de regência desta edição. Programa a ser definido18/07, sáb, 16h30, Praça do Capivari. Gratuito. | 25/07, sáb, 16h30, Auditório Claudio Santoro. Gratuito.
Camerata Aberta: com direção artística do compositor Sergio Kafejian, o grupo é formado por alguns dos principais músicos atuantes da cena erudita brasileira e professores da EMESP Tom Jobim, sendo especializado na interpretação, divulgação e ensino da música dos séculos XX e XXI. 21/07, ter, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito.
Camerata Latino Americana: regida por Simone Menezes, a orquestra de câmara pretende divulgar a música de concerto brasileira e latino-americana, além de música contemporânea. O grupo apresenta obras de Radamés Gnattali, Liduíno Pitombeira, Villa-Lobos e Rafael Piccolotto de Lima. 22/07, qua, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além, Campos do Jordão. Gratuito.
Quinteto de Fagotes da Osesp: reúne os integrantes do naipe de fagotes da Osesp, Francisco Formiga, José Arion Linarez,  Romeu Rabelo, Filipe Castro e Alexandre Silvério, buscando difundir este instrumento de sonoridade marcante. O programa inclui obras de Francisco Mignone, Tom Jobim, Duke Ellington e George Gershwin, entre outros. 26/07, dom, 11h, Capela do Palácio do Governo, Campos do Jordão. Gratuito.
Recitais de professores e alunos do Festival (programas a serem definidos ao longo do evento). Todas as apresentações são gratuitas:
  • 09/07, qui, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 10/07, sex, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além
  • 10/07, sex, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 15/07, qua, 20h30, Sala São Paulo – Recital da Classe de Composição
  • 16/07, qui, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além
  • 16/07, qui, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 17/07, sex, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 20/07, seg, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 23/07, qui, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além
  • 23/07, qui, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro
  • 24/07, sex, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além
           
RECITAIS SOLO, DUOS E TRIOS
  ​
​                                                               Duo Assad                                                          
Renomados artistas brasileiros e estrangeiros, além de jovens instrumentistas que se destacaram nas edições anteriores do Festival de Inverno de Campos do Jordão, se apresentam em recitais solo, duos ou trios. Há ainda recitais dos bolsistas de violão e piano desta edição.
Duo Assad: referência na música instrumental brasileira, o Duo Assad é formado pelos irmãos Sérgio e Odair Assad. Reconhecido por sua interpretação expressiva e a inovação no repertório para dois violões, o duo comemora 50 anos de carreira com várias premiações em sua trajetória, incluindo um Grammy Latino pelo álbum “Sérgio and Odair Assad Play Piazzolla” (2001), e tem trabalhado com artistas renomados, como Yo-Yo Ma, Nadja Salerno Sonnenberg e Paquito D’Rivera. Seus integrantes também dedicam-se ao ensino: Odair vive em Bruxelas, na Bélgica, onde é professor na Ecole Supérieure des Arts, e Sérgio, em São Francisco, nos EUA, onde leciona no SF Conservatory. O Duo faz dois recitais no Festival, além de ministrar uma masterclass aos bolsistas. No programa, obras de Albéniz, Piazzola, Villa-Lobos, Egberto Gismonti e Sérgio Assad, entre outros. 17/07, sex, 20h30, Auditório Claudio Santoro, Campos do Jordão. R$ 50,00. | 18/07, sáb, 16h30, Sala São Paulo. R$ 50,00.
Cavatina Duo: baseado em Chicago, EUA, o duo é formado pela flautista espanhola Eugenia Moliner e o violonista bósnio Denis Azabagic, e tem se apresentado nas principais salas de concertos e festivais ao redor do mundo, com cinco CDs gravados. Seu repertório inclui obras dos períodos barroco, clássico e romântico, além de composições contemporâneas. Um dos pontos altos de seus concertos é a interpretação de músicas inspiradas no folclore de seus países de origem. O duo faz dois recitais no Festival. 12/07, dom, 11h, Capela do Palácio do Governo, Campos do Jordão. Gratuito | 15/07, qua, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito.
Luis Otavio Santos (violino barroco): com uma consagrada trajetória tocando e pesquisando música antiga, com vários CDs gravados e mais de uma centena de turnês pela Europa, Japão, China, Estados Unidos, México, Argentina, Colombia e Chile, o violinista Luis Otávio Santos é diretor artístico do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga de Juiz de Fora, além de fundador e coordenador do Núcleo de Música Antiga da EMESP, onde leciona também violino barroco. O artista faz um recital solo, com obras de Uccellini, Telemann e Bach, entre outros compositores do período barroco. 05/07, dom, 11h, Capela do Palácio do Governo, Campos do Jordão. Gratuito.
Myrna Herzog: pesquisadora de música antiga, a brasileira Myrna Herzog, radicada em Israel, apresenta dois recitais solo no Festival, com o tema As Cordas do Coração - Música para Viola da Gamba. Ela interpreta obras de Sylvestro Ganassi, G.B. Vitali, Tobias Hume, Aharon Shefi e Bach, entre outros compositores. A artista usa um instrumento feito por Edward Lewis (Londres c. 1685). 11/07, sáb, 11h, Capela do Palácio do Governo. Gratuito. | 14/07, ter, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito.
Elisa Fukuda (violino) e Vera Astrachan (piano): com mais de 20 anos de formação, o duo apresenta um programa dom obras de Mozart, Camargo Guarnieri e Beethoven. 07/07, ter, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além. Gratuito.
Miguel Braga (violoncelo) e Kátia Balloussier (piano): ganhador de um Prêmio Especial no 45º Festival de Inverno de Campos do Jordão, o jovem violoncelista Miguel Braga se apresenta com a pianista Katia Balloussier (camerista e pianista acompanhadora da Uni-Rio) em dois recitais, com obras de Gaspar Cassadó, Alceo Bocchino e Sergei Prokofiev. 08/07, qua, 19h, Sala São Paulo - Sala do Coro. Gratuito. | 09/07, qui, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além. Gratuito.
Marcelo Bratke (piano): um dos mais celebrados pianistas brasileiros da atualidade, interpreta os 24 Prelúdios, Op. 28, de Frédéric Chopin. 12/07, dom, 12h, Praça do Capivari.
Ilia Laporev (violoncelo) e Olga Kopylova (piano): ambos instrumentistas da Osesp, interpretam obras de Toru Takemitsu, Nikolai Miaskovsky e Shostakovich. 18/07, sáb, 17h, Capela do Palácio do Governo. Gratuito.
Alberto Kanji (violoncelo) e Liliane Kans (fortepiano): o duo interpreta duas Sonatas de Beethoven, que foram registradas em seu CD Beethoven – Fortepiano & Cello. A pianista Liliane Kans toca em um fortepiano, instrumento construído em 2010 a partir de um modelo Stein de 1784, mais próximo ao usado por Beethoven.19/07, dom, 11h, Capela do Palácio do Governo. Gratuito.
Duo Barrenechea: formado pelo flautista Sérgio Barrenechea e pela pianista Lúcia Barrenechea, o duo apresenta-se desde 1989 pelo Brasil e EUA. Nesse programa, eles tocam obras de compositores brasileiros, como Francisco Mignone, Camargo Guarnieri, Marcos Lucas e Rafael dos Santos, entre outros. 20/07, seg, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além. Gratuito.
Recitais de bolsistas:
  • Classe de violão, 17/07, sex, 18h45, Espaço Cultural Dr. Além
  • Classe de piano, 21/07, ter, 18h, Sala São Paulo - Sala do Coro
FESTIVAL CORAL | 27/JUL A 02/AGO


                                                 ​Coro do Festival (2014)
De 27/07 a 02/08 será realizado o  Festival Coral, sob a coordenação de Naomi Munakata (a primeira edição aconteceu em abril de 2014). O evento recebe 56 bolsistas, sendo 50 de canto coral e seis de regência coral, com atividades pedagógicas realizadas na Sala São Paulo.
Os bolsistas formarão o Coro do Festival, que será regido pelo maestro espanhol, radicado em Londres, Carlos Fernandez Aransay. Especialista em canto e regência coral e operística, além de uma autoridade em música ibérica e latino-americana, Aransay é fundador e diretor do Coro Cervantes, em Londres, além de atuar como regente convidado em várias orquestras latino-americanas.
No encerramento do Festival Coral, o Coro do Festival dividirá um programa com a Osesp, os Coro da Osesp e Acadêmico da Osesp, interpretando a Cantata Criolla, de Antonio Estévez, sob a regência do maestro Giancarlo Guerrero, no dia 01/08, sáb, 20h30, no Auditório Claudio Santoro.
Programação de concertos do Festival Coral:
Coro da Osesp: sob a regência de Naomi Munakata, e tendo como solistas os cantores Érika Muniz (soprano), Cristiane Minczuk (mezzo soprano) e Erick Souza (baixo), antecipa o Festival Coral apresentando um concerto gratuito no Auditório Claudio Santoro, interpretando obras de Mendelssohn, Rheinberger, Aylton Escobar e Schumann. 26/07, dom, 16h30, Auditório Cláudio Santoro. Gratuito.
Coro Acadêmico da Osesp, Marcos Thadeu (regente): Programa a ser anunciado. 27/07, seg, 17h, Igreja de Santa Terezinha. Gratuito.
Coro Juvenil da Osesp, sob a regência de Paulo Celso Moura, e Coral da GentePrograma a ser anunciado. 28/07, ter, 17h, Igreja de Santa Terezinha. Gratuito.
Capella Paulistana: formado por Marília Vargas (soprano), Josani Pimenta (mezzo soprano), Tiago Pinheiro (tenor). Sabah Teixeira (baixo-barítono) e Guilherme de Camargo (cordas dedilhadas), a Capella Paulistana é um grupo vocal especializado na pesquisa e interpretação da música antiga, com ênfase no repertório colonial latino-americano e brasileiro. O programa do concerto é dedicado ao compositor José Maurício Nunes Garcia. 29/07, qua, 20h30, Igreja de Santa Terezinha. Gratuito.
BeBossa: sexteto vocal a capella criado há mais de dez anos, é formado pelos cantores Livia Nestrovski, Fernanda Gabriela, Corina Viana, Cauê Nardi, Matias Corrêa e Zeca Rodrigues (direção musical). Com uma sonoridade sofisticada e contemporânea, baseada na fusão da rítmica brasileira com a harmonia jazzística, o grupo explora os sons de instrumentos musicais feitos com as vozes. 30/07, qui, 20h30, Auditório Cláudio Santoro. R$ 20,00.
Coral Paulistano Mário de Andrade: Criado em 1936, por iniciativa de Mário de Andrade, o Coral Paulistano é um marco da história da música em São Paulo, sendo um dos muitos desdobramentos do movimento modernista da Semana de Arte Moderna de 1922. Sob a regência de Martinho Lutero Galati, o grupo apresenta o Réquiem, KV 626, de Mozart (versão de Carl Czerny para piano a 4 mãos), tendo como solistas os cantores Samira Hassan (soprano), Adriana Clis (mezzo soprano), Jean William (tenor) e Davide Rocca (barítono). 31/07, sex, 20h30, Auditório Cláudio Santoro. Gratuito.
Coral Jovem do Estado de São Paulo: ligado à Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP), o coro surgiu durante o 10° Festival de Inverno de Campos do Jordão e tem como objetivo principal contribuir na educação e desenvolvimento de seus integrantes, aprimorando seu nível técnico e artístico para que se tornem os futuros profissionais da área. Sob a regência de Tiago Pinheiro, apresenta um programa com obras de Brahms, Debussy, Rodolfo Halfter, Claudio Santoro e Dorival Caymmi. 01/08, sábado, 16h, Auditório Claudio Santoro.
Coro do Festival, Carlos Fernandez Aransay (regente) | Osesp, Coro do Festival, Coro da Osesp e Coro Acadêmico da Osesp, Giancarlo Guerrero (regente): em um programa dividido em duas partes, o Coro do Festival apresenta, na primeira parte, obras de Orlando Di Lasso, Nicolas Gombert, Jacobus Clemens Non Papa e Javier Busto, entre outros, sob a regência de Carlos Aransay, e, na segunda parte, se junta à Osesp, ao Coro da Osesp e ao Coro Acadêmico da Osesp para interpretar a Cantata Criolla - Florentino, o que cantou com o Diabo, de Antonio Estévez, sob a regência de Giancarlo Guerrero, tendo como solistas convidados os cantores Idwer Alvarez (tenor) e Juan Tomás Martinez (barítono). 01/08, sáb, 20h30, Auditório Cláudio Santoro. R$ 80,00.
PALCOS OFICIAIS DO FESTIVAL DE INVERNO DE CAMPOS DO JORDÃO
Espaço Cultural Dr. Além
Considerado patrimônio histórico da cidade, o prédio construído na década de 1940, antes chamado de Cine Glória, foi o principal ponto de encontro da população jordanense para assistir a filmes nacionais e internacionais. Preservando o charme de cinema antigo, atualmente abriga inúmeros eventos culturais. O espaço apresenta, durante o Festival, conjuntos de câmara, recitais de professores e alunos e grupos de música contemporânea. De segunda à sexta, às 18h45, com entrada franca. Retirada de ingressos duas horas antes de cada concertoAv. Dr. Januário Miraglia, 1.582, Abernéssia, Campos do Jordão, SP. Tel. (12) 3664-2300. Lotação: 224 lugares.
Praça do Capivari
No coração do principal centro comercial de Campos do Jordão, é o fervilhante ponto de encontro da cidade. Concentra em seu entorno uma grande variedade de lojas, bares e restaurantes em construções em estilo alemão. Recebe programação variada e gratuita de orquestras e bandas sinfônicas. Av. Macedo Soares com rua Diogo de Carvalho, Capivari, Campos do Jordão, SP.
Capela do Palácio Boa Vista
Fica nas dependências do Palácio Boa Vista, residência oficial de inverno do governador do Estado de São Paulo. Com uma arquitetura arrojada, toda de vidro, tem vista privilegiada para o perfil montanhoso de Campos do Jordão. Apresenta concertos de câmara e recitais. Rua Adhemar de Barros, 3.001, Vila Alto da Boa Vista, Campos do Jordão, SP. Tel.: (12) 3662-1122.
Igreja Matriz de Santa Terezinha
Antigo Convento dos Franciscanos, é a igreja da santa padroeira da cidade, onde se realizam as principais festas religiosas locais. Apresenta concertos dos grupos corais. Rua Tadeu Rangel Pestana, 662, Abernéssia, Campos do Jordão, SP. Tel.: (12) 3662-1740. Lotação: 300 lugares.
Auditório Claudio Santoro
Inaugurado em 1979, é o palco principal do Festival, situado em um parque-museu, onde estão expostas obras da escultora Felicia Leirner, com projeto assinado por Giancarlo Gasperini, Plínio Croce e Roberto Aflalo. Distante cerca de 5 km do centro da cidade. Apresenta concertos sinfônicos, de câmara e recitais. Av. Dr. Luís Arrobas Martins, 1.800, Alto da Boa Vista, Campos do Jordão, SP. Tel.: (12) 3662-2334. Lotação: 1050 lugares.
Sala São Paulo
Antiga Estação da Estrada de Ferro Sorocabana, passou por intenso restauro e ainda mantém traços marcantes da economia cafeeira, preservando sua arquitetura original. Idealizada e projetada com detalhes únicos, tornou-se, em 1999, uma das mais belas e modernas salas de concerto do mundo. É sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Durante o Festival de Inverno de Campos do Jordão, recebe a Orquestra do Festival e atrações convidadas em seu auditório, além de oferecer uma extensa programação de música de câmara na Sala do Coro. Também será o palco do concerto de encerramento acadêmico e da premiação dos bolsistas. Praça Júlio Prestes, 16, Luz, São Paulo, SP. Tel.: (11) 3367-9500. Lotação: 1484 lugares.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA
VENDA DE INGRESSOS
Ingresso Rápido | Telefone: 4003-1212 | Internet: http://www.ingressorapido.com.br/ | Pontos de venda: http://www.ingressorapido.com.br/PontosVenda.aspx
Praça do Capivari: a partir de 27 de junho, no quiosque do Festival, das 10h às 20h.
Auditório Cláudio Santoro: em dias de concerto, das 14h até o início do concerto.
CONCERTOS GRATUITOS
Retirada de ingressos duas horas antes de cada apresentação, limitado a dois ingressos por pessoa

Comentários