LUÍSA FRANCESCONI CANTA BERLIOZ NO THEATRO SÃO PEDRO - SP.

Mezzo-soprano se apresenta na Série Concertos Internacionais.


Nos dias 17 e 19 de julho, o Theatro São Pedro recebe a mezzosoprano Luísa Francesconi na Série Concertos Internacionais. Neste concerto, a Orquestra do Theatro São Pedro (Orthesp) – corpo artístico do Governo do Estado de São Paulo – interpreta composições Hector Berlioz (1803-1869), sob regência de Luiz Fernando Malheiro.
Depois de São Paulo, o mesmo programa, com Francesconi, é apresentado no dia 24 de julho, no Festival de Inverno de Campos do Jordão, e no dia 26 de julho, pela primeira vez, no Rio de Janeiro, na Sala Cecília Meirelles.
A mezzo-soprano se destaca no repertório rossiniano e mozartiano. Atua com frequência nos principais teatros brasileiros, italianos e portugueses. Interpretou o Stabat Mater (Pergolesi) na igreja Ara Coeli (Roma) e a Missa em Dó Menor (Mozart) no Auditorium Verdi (Milão). Com vasto repertório de concerto, interpretou: Rapsódia para Contralto e Missa em Si Menor (Bach), Réquiem e Missa da Coroação (Mozart), Nisi Dominus (Vivaldi), Messias (Händel), Nona Sinfonia, Missa em Dó Maior e Fantasia Coral (Beethoven), entre outros.
O repertório é dedicado a um dos mestres do romantismo, o francês Hector Berlioz, e Luísa Francesconi irá interpretar árias de La Mort de CléopâtreLes Troyens e La Damnation de Faust.

Orquestra do Theatro São Pedro
A Orquestra do Theatro São Pedro é um conjunto sinfônico especializado em ópera, criado no ano de 2010 por iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura, e atua neste que é um dos mais antigos teatros em atividade no país.
Ao longo destes anos, a Orthesp preparou e apresentou espetáculos de grande repercussão, como as estreias brasileiras de O Barbeiro de Sevilha, de Giovanni Paisiello, e The Turn of the Screw, de Benjamin Britten, e as aclamadas montagens de L´Elisir D´Amore, de Gaetano Donizetti, e Werther, de Jules Massenet.
O grupo já recebeu muitos dos mais talentosos artistas da música erudita brasileira, como Fernando Portari, Rosana Lamosa, Gabriella Pace, Gilberto Tinetti, Antônio Del Claro, Elisa Fukuda, Sônia Goulart, Roberto Tibiriçá, Carlos Moreno, Sílvio Viegas, Lutero Rodrigues, Luiz Fernando Malheiro, Roberto Duarte, entre outros, e estrelas internacionais, como Giuseppe Sabatini, Maria Bayo, Steven Mercurio, Maria Pia Piscitelli, Bruno Praticò e Nancy Herrera.
Em 2012, a orquestra gravou CD em parceria com a pianista Karin Fernandes e recebeu, em 2011, o Prêmio Carlos Gomes na categoria Orquestras, pelo nível de qualidade alcançado em pouco tempo de atividade.
Desde 1º de julho de 2014, Luiz Fernando Malheiro assumiu a direção artística da Orquestra. Malheiro é regente titular e diretor artístico da Amazonas Filarmônica e está à frente do Festival Amazonas de Ópera, atuações que lhe renderam reputação internacional. Em sua carreira, regeu as principais orquestras nacionais além de ter se apresentado por diversas vezes no exterior.

Luiz Fernando MalheiroRegente
 Luiz Fernando Malheiro tem em seu repertório mais de 50 títulos regidos. É o atual Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Amazonas Filarmônica, diretor artístico do Festival Amazonas de Ópera (FAO) e diretor artístico do Theatro São Pedro de São Paulo e regente titular de sua orquestra. Foi também diretor de Ópera no Teatro Municipal do Rio de Janeiro.
Vencedor do Prêmio Carlos Gomes: Regente de Ópera (2012, 2011 e 2009) e Universo da ópera/2000, dirigiu no FAO/2005 a primeira montagem brasileira do Anel do Nibelungo, de Wagner, recebendo ainda mais dois prêmios: Universo da Ópera e Espetáculo do Ano.
Regeu diversas vezes no Festival de Ópera de La Coruña na Espanha e dirigiu concertos e espetáculos frente a Orquestra Sinfônica de Roma, Orquestra Sinfônica de Miami, Orquestra do Teatro Olímpico de Vicenza, Sinfônica de Bari, Orchestra Filarmônica Marchigiana, Orquestra da Ópera Nacional de Sófia, Orquestra Sinfônica de Porto Rico, Orquestra Sinfônica da Galícia e a Orquestra Sinfônica Castilha e Leon, Orquestra do Teatro de Bellas Artes de Bogotá, Orquestra do Teatro de Bellas Artes do México, Filarmônica do México e no Teatro Del Libertador de Córdoba na Argentina.
No Brasil, regeu a Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, a Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, a Sinfônica Brasileira, a OSESP, a Sinfônica de Minas Gerais, a Filarmônica de Minas Gerais, a Sinfônica do Paraná, a Orquestra Sinfônica da Bahia dentre outras. Gravou Fosca e Maria Tudor de Carlos Gomes em vídeo e CD.

Luísa Francesconimezzo-soprano
Luísa Francesconi tem excepcional capacidade para a execução de coloratura, destacando-se no repertório rossiniano e mozartiano bem como representa com grande sucesso papéis em travesti.
Atua com frequência nos principais teatros brasileiros, italianos e portugueses. Interpretou o Stabat Mater (Pergolesi) na igreja Ara Coeli (Roma) e a Missa em Dó Menor (Mozart) no Auditorium Verdi (Milão).
Com vasto repertório de concerto, destaca-se pela Rapsódia para Contralto e Missa em Si Menor (Bach), Réquiem e Missa da Coroação (Mozart), Nisi Dominus (Vivaldi), Messias (Händel), Nona Sinfonia, Missa em Dó Maior e Fantasia Coral (Beethoven), Stabat Mater e Petite Messe Solemnelle (Rossini), Sonhos de uma Noite de Verão (Mendelssohn), Te Deum (Bruckner), Les Nuits d’Été (Berlioz), Sinfonias n.2, n.3 e n.8 (Mahler), El Amor Brujo (Falla) e Floresta do Amazonas (Villa-Lobos).
Luisa gravou como solista a 9 ° Sinfonia (Beethoven) e o Réquiem Hebraico (Erich Zeisl) lançadas pelo selo Biscoito Fino.

PROGRAMA
Hector Berlioz (1803-1869)
Carnaval RomanoAbertura
La Mort de CléopâtreAllegro vivace con impeto – Récit. C’en est donc fait! –
Lento cantabile. Ah! qu’ils sont loin ces jours, tourment de ma mémoire –
Méditation. Largo misterioso. Grands Pharaons, nobles Lagides –
Allegro assai agitato. Non!… non, de vos demeures funèbres
Le CorsaireAbertura
Les TroyensJe vais mourir – Adieu, fière cité
Béatrice et BénédictAbertura
La Damnation de FaustD’amour l’ardant flamme
Marcha Húngara



SERVIÇO


Theatro São Pedro
Rua Dr. Albuquerque Lins, 207
Telefone: (11) 3661.6600
Dias 17/07, sexta, às 20h. e 19/07, domingo, às 17h.
Preços:
– Plateia ………………………………… R$ 50,00
– 1º balcão …………………………….. R$ 40,00
– 2º balcão …………………………….  R$ 30,00
Como comprar
– Bilheteria do Theatro São Pedro
Acesso pela Rua Barra Funda, 171 – São Paulo – Estação Marechal Deodoro
Novo horário de atendimento: (terça à sábado, das 10h às 20h e domingo das 10h às 18h).
Tel: (11) 3661.6600
Pelo Ingresso Rápido – Tel: (11) 4003.1212
Não recomendado para menores de 08 anos

 Fonte: http://www.movimento.com/

Comentários