CENTRO CULTURAL BANCO DO BRASIL APRESENTA O PRIMEIRO SPHARPFESTIVAL.



CCBB São Paulo realiza o I SPHarpFestival – Festival Internacional de Harpas
Cada apresentação terá uma harpa diferente com repertório popular e erudito

De 13 a 17 de abril, quarta-feira a domingo, o Centro Cultural Banco do Brasil apresenta o I SPHarpFestival – Festival Internacional de Harpas com vários números musicais durante o dia, com um total de 15 apresentações de música popular e erudita. Os eventos acontecem no átrio com entrada franca.

“O grande diferencial são as harpas onde cada apresentação terá uma harpa diferente. A harpa é o instrumento mais antigo do mundo, com uma história de 5 mil anos,” conta Sergio da Costa e Silva, criador do evento. Serão harpas clássica, tripla, paraguaia, céltica, santoor (indiana) e ngoni (africana), elétrica e miniharpaKora da África Ocidental e Lira Tartésica, instrumento ancestral da Ibéria antiga.

Entre os destaques internacionais estão a soprano e instrumentista escocesa Zoe Vandermeer com sua raríssima harpa tripla, interpretando Haendel e Bellini, entre outros. espanhol Yerko Lorca estudou kora (harpa da África Ocidental) e Lira Tartésica, instrumento ancestral da Ibéria Antiga. No repertório interpretará clássicos africanos. A canadense Gianetta Baril, que vem anualmente ao Rio de Janeiro para apresentações e ensino voluntário de harpa na Ação Social pela Música do Brasil, e toca em uma harpa clássica obras de Bach e de outros compositores. Dario Andino é argentino e mora no Brasil.

Nos shows do festival, Nando Araújo Trio estreia o projeto Celtic Brasil, um desdobramento do projeto Pelas Trilhas dos Celtas que une arte e reflexão filosófica, porém em um novo formato, utilizando Viola Caipira e Rabeca. Por meio destes instrumentos que são amplamente utilizados nas manifestações folclóricas do Brasil, Nando, com esta sonoridade, busca um diálogo estético-musical com as músicas tradicionais dos países que incorporam as nações pan-celticas (como a Irlanda e a Escócia). Este encontro entre a harpa céltica e os instrumentos típicos do nosso folclore promove uma ambiência sonora peculiar. Com esta mesma proposta estética o repertório do show é composto de Beatles e músicas autorais do artista.

A Burning Symphony traz harpas céltica e elétrica, violoncelo e bateria. No repertório muito rock, heavy metal, power metal e metal sinfônico. O Duo Dario Andino na harpa paraguaia e Cinthia Almeida na voz e banda com violão de aço e nylon, flautas e percussão interpretam música popular brasileira e latino-americanas com canções de Nando Reis, Paulinho da Viola, Beto Guedes, Jorge Vercillo, Marcos Valle, entre outros.

Outro destaque será a apresentação Som da Luz com o grupo NadaBhaktas (Prem Ramam, Gui Cavalcanti e Sita Beatriz) que realizará um concerto meditativo com orações musicais em fusão devocional, mantras, preces e improvisações. O grupo toca em santoor (harpa indiana), ngoni (africana), miniharpa e violino.

I SPHarpFestival - CCBB- São Paulo:
13 a 17 de abril, quarta-feira a domingo 
Horários das apresentações:
Quarta-feira a sábado: às 13h, 15h e 19h
Domingo: 13h, 15h e 17h30

Serviço:

I SPHarpFestival
Datas:  De 13 a 17 de abril, quarta-feira a domingo
Horários das apresentações:Quarta-feira a sábado: às 13h, 15h e 19h
Domingo: 13h, 15h e 17h30
Entrada Franca
Centro Cultural Banco do Brasil – São Paulo
Rua Álvares Penteado, 112 - Centro
CEP: 01012-000 | São Paulo (SP)
Fone: (11) 3113-3651/3652
Funcionamento: quarta a segunda, das 9h às 21h
Classificação indicativa: livre
Entrada Franca

Acesso e facilidades para deficientes físicos // Ar-condicionado // Cafeteria Cafezal //
Estacionamento conveniado:
Estapar Estacionamentos - Rua Santo Amaro, 272 - R$ 15,00 pelo período de 5 horas. Necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB. Transporte gratuito até as proximidades do CCBB - embarque e desembarque na Rua Santo Amaro, 272 e na Rua da Quitanda, próximo ao CCBB. No trajeto de volta, tem parada no Metrô República.