NESCHLING É CONDUZIDO SOB ESCOLTA POLICIAL A SESSÃO DA CÂMARA MUNICIPAL.


Condução coercitiva foi autorizada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo; ex-diretor artístico do Teatro Municipal, maestro deve participar de acareação com o ex-diretor da Fundação Teatro Municipal José Luiz Herência

Alexandre Hisayasu,
O Estado de S. Paulo
14 Setembro 2016 | 11h41

SÃO PAULO - Após autorização do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), o maestro John Neschling foi conduzido nesta quarta-feira, 14, de forma coercitiva, sob escolta policial, à Câmara Municipal, para participar de acareação com o ex-diretor da Fundação Teatro Municipal José Luiz Herência.
Neschling, Herência, o ex-diretor do Instituto Brasileiro de Gestão Cultural (IBGC) William Nacked e o secretário de Comunicação Social da Prefeitura, Nunzio Briguglio Filho, são investigados pelo Ministério Público Estadual em um procedimento criminal por suspeita de participarem de um esquema que desviou pelo menos R$ 15 milhões da Fundação.
Herência e Nacked são réus confessos e assinaram acordo de delação premiada com a Promotoria. Nunzio e Neschling negam as acusações.

Estadão conteúdo: http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,neschling-e-conduzido-sob-escolta-policial-a-sessao-da-camara-municipal,10000075935

Comentários