THEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO PROPÕE REDUÇÃO SALARIAL. ARTIGO DE ALI HASSAN AYACHE NO BLOG DE ÓPERA & BALLET.

                       Rio. Funcionários pedem doação de alimentos Foto: Wilton Junior/Estadão

      Informação dada pelo colega João Luis Sampaio no Estadão diz que a Secretaria da Cultura propôs uma redução salarial de 30%, com redução da carga horária, para os membros dos corpos estáveis do Theatro Municipal de São Paulo. A contrapartida é a garantia que não haverá demissões até o fim do ano. Os profissionais ficaram de pensar sobre a proposta.
   A ideia das organizações sociais que gerem teatros pelo Brasil afora parece estar naufragando por dois motivos: as suspeitas de desvio de verbas ocorridas no Teatro Municipal SP na gestão anterior e o corte de verbas mostra que esse modelo faliu.
   Abaixo alguns acontecimentos que detonaram a crise na lírica e na ópera em 2017:
 
   -Extinção da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo.

   -Theatro São Pedro, troca de OS sem licitação, demissão de músicos e a extinção de todos os projetos da gestão anterior.

   -Oficina de Música de Curitiba cancelada.

   -Orquestra Sinfônica Brasileira há mais de seis meses inativa.

   -Theatro Municipal do Rio com salários atrasados e uma complicada troca de gestão.

   -Theatro Municipal de São Paulo ópera encenada somente no segundo semestre, isso se as verbas permitirem.

Ali Hassan Ayache


Fonte: http://cultura.estadao.com.br/noticias/musica,em-meio-a-crise-na-musica-classica-teatro-municipal-propoe-reducao-salarial-a-artistas,70001790243

 


Comentários

  1. É ISSO AÍ!Artista que precisa viver de dinheiro do governo deve morrer de fome.Não há mercado para sustentar essa gente,já foi o tempo em que a aristocracia se divertia frequentando concertos e óperas,hoje nós burgueses estamos muito preocupados trabalhando e ganhando dinheiro para perder tempo com essas distrações.Vão trabalhar,procurem uma ocupação decente,não sigam o exemplo do Jaiminho!Hoje em dia não temos tempo para nada,devemos correr cada um em busca da ocupação que faça individualmente o cidadão acumular para si o máximo de fortuna possível para o próprio conforto pessoal sem depender de mais ninguém.Assim faremos São Paulo progredir e continuar empurrando sozinha o Brasil para frente.Esses artistas são uns desajustados,sonhadores,vamos nos concentrar na recuperação econômica da nação depois talvez possamos dar alguma atenção a esses inúteis.(Esse texto é uma ilustração do que pensam mas não dizem a maioria dos homens públicos desse país,obviamente não é minha opinião)Isaac Carneito Victal.

    ResponderExcluir
  2. Com o pior e mais desastrado dos prefeitos do Brasil isso era mais do que óbvio, o problema é que o IPTU de minha casa teve um gordo aumento, enquanto o Brasil não fizer a auditoria cidadã da dívida estaremos reduzidos a escravos. A queda de Temer não acaba com o golpe, ele continua, devemos é sim fazer uma faxina e tirar esses facínoras do poder, hoje o Brasil está num estado pré-revolucionário....a Revolução agora é inevitável e irreversível....

    ResponderExcluir
  3. tristeza --- chamar artistas de desajustados..... nessa sociedade todos vão virar robôs....

    ResponderExcluir
  4. Prezada Ana Lúcia Vieira Santos,foi uma ironia,sentido figurado;Isaac Victal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário