ORQUESTRA SINFÔNICA DE PORTO ALEGRE TRAZ HELENA BERG, VIOLINISTA DA FILARMÔNICA DE BERLIM.

Pela primeira vez no país como solista, a instrumentista participa do concerto do dia 13 de junho, terça-feira, às 20h30, no Theatro São Pedro. A regência será do venezuelano José Luis Gomez. No repertório, Prokofiev e Glazunov.

Parte do time dos primeiros violinos da Filarmônica de Berlim, a premiada violinista alemã Helena Berg vem pela primeira vez ao Brasil como solista a convite da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. No dia 13 de junho, terça-feira, às 20h30, ela estará na Capital gaúcha participando do quarto concerto da Série Theatro São Pedro 2017 da Ospa. A regência da apresentação será do maestro venezuelano José Luis Gomez, atual diretor artístico da Sinfônica de Tucson (EUA). No programa da noite, obras de dois russos: Sergei Prokofiev e Aleksandr GlazunovIngressos à venda na bilheteria do Theatro São Pedro.
Vencedora de concursos internacionais como o Jakob Staine, o de Violino de Avignon e o Ibolyka Gyarfas, Helena vem se apresentando regularmente como solista e musicista de câmara na Europa, Estados Unidos e Japão. Em Porto Alegre, ela interpretará a última obra escrita por Prokofiev (1891-1953) no período em que ele viveu nos Estados Unidos, após sair de sua terra natal devido à Revolução Russa e antes de retornar ao seu país em 1936. Trata-se do “Concerto para Violino nº 2”, de 1935.
Na segunda parte da noite, a Ospa insere pela primeira vez em seu repertório a “Sinfonia nº 4” de Glazunov (1865-1936), compositor que foi professor de Prokofiev no Conservatório de São Petersburgo. A sinfonia foi dedicada a Anton Rubinstein, outro grande nome da música russa, e foi estreada em 1893, sob a regência de Nikolay Rimsky-Korsakov.
O maestro José Luis Gomez, proveniente do “El Sistema” de orquestras jovens da Venezuela, estudou na Escola de Música de Manhattan e venceu o primeiro prêmio do Concurso Internacional de Regência Sir Georg Solti (Frankfurt, 2010), com uma rara decisão unânime do júri. Conquistou plateias gaúchas na mais recente edição do Festival Internacional SESC de Música de Pelotas e, pela primeira vez, regerá a Ospa.
Ingressos: R$ 20 (galeria), R$ 30 (camarote lateral), R$ 40 (camarote central) e R$ 50 (plateia), com desconto de 50% para seniores, estudantes e titulares do cartão Clube do Assinante ZH. Podem ser adquiridos na bilheteria do teatro, de segunda a sexta-feira, das 13h às 21h (quando não há espetáculos noturnos, das 13h às 18h30); nos sábados, das 15h às 21h, e domingos, das 15h às 18h.

Mais informações pelo telefone (51) 32227387.
A Ospa é uma das fundações vinculadas à Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul (Sedactel). Os concertos da temporada 2017 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Corsan e Banrisul. Apoio: Ipiranga, Thyssenkrupp e Ventos do Sul. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedactel.
Concerto da Ospa | Série Theatro São Pedro
Quando: Dia 13 de junho de 2017, terça-feira
Horário: 20h30
Local: Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, s/nº – Cetro – Porto Alegre)
Ingressos: À venda na bilheteria do Theatro
Valores: R$ 20 (galeria), R$ 30 (camarote lateral), R$ 40 (camarote central) e R$ 50 (plateia), com desconto de 50% para seniores, estudantes e titulares do cartão Clube do Assinante ZH.
Horário da bilheteria: de segunda a sexta-feira, das 13h às 21h (quando não há espetáculos noturnos, das 13h às 18h30); nos sábados, das 15h às 21h, e domingos, das 15h às 18h.
PROGRAMASergei Prokofiev: Concerto para violino nº 2Aleksandr Glazunov: Sinfonia nº 4
Regente: José Luis Gomez (Venezuela)
Solista: Helena Berg (Alemanha| violista)

Comentários