TCHAIKOVSKY- CONCERTO PARA VIOLINO E ORQUESTRA EM RÉ MAIOR.



Um dos mais aclamados, complexos e difíceis concertos para violino de todos os tempos. As melodias ecoam com uma beleza ímpar e fazem o público se emocionar. Transmite nos seus três movimentos sensações diversas que balançam a alma do ouvinte. 
Tema principal do filme "O Concerto" de Radu Mihaileanu, nele o diretor da orquestra do Teatro Bolshoi é demitido por contratar músicos judeus na União Soviética. Vira zelador e descobre que os membros da orquestra foram convidados para tocar em Paris, reúne a antiga trupe e faz malabarismos para apresentar o concerto para violino e orquestra de Tchaikovsky.
Ali Hassan Ayache

"Escrito em Clarens na Suíça, onde estava descansando após seu fracassado casamento com Antonina Milukova, inspirando-se pela Sinfonia Espanhola de Lalo. Inicialmente foi escrito para Leopold Auer, que se recusou a tocá-lo. Estreou a 8 de dezembro de 1881 pelo violinista Adolf Brodsky sob a regência de Hans Richter. Tchaikowsky dedicou o concerto a Brodsky, que se empenhou em popularizar a obra por todo o mundo.
O primeiro movimento tem seus dois temas apresentados primeiramente pelo violino solo, cabendo à orquestra a retomada e o desenvolvimento desses temas. Na cadência do solista são apresentados claramente os dois temas, e fugindo à regra a cadencia colocada antes da reexposição.
A Canzonetta – assim chamado o segundo movimento, é uma belíssima página musical por seu caráter melódico de grande expressão.
O terceiro movimento possui um caráter cigano, por seus ritmos e saltos nas cordas graves do violino solo."

Emanuel Martinez

Fonte: http://repertoriosinfonico.blogspot.com.br/2007/09/tchaikowsky-concerto-para-violino-e.html

Comentários