ORQUESTRA DE CORDAS E BIG BAND INFANTO-JUVENIL DO GURI SE APRESENTAM NESTE SÁBADO EM SP.


Com repertórios distintos, Orquestra toca obras que vão do barroco ao contemporâneo, enquanto a Big Band interpreta clássicos de grandes nomes do jazz e da música brasileira; os concertos são gratuitos
Neste sábado, 16 de junho, dois grupos artísticos do programa de educação musical e inclusão sociocultural que atende 13 mil jovens na capital e Grande São Paulo sobem ao palco, ambos com entrada franca.

A Orquestra de Cordas Infanto-Juvenil do Guri toca às 11h00, no Auditório Lina Bo Bardi, no MAM (Museu de Arte Moderna de São Paulo). Sob a batuta de Thibault Delor, professor de contrabaixo e música de câmara da EMESP Tom Jobim, e regente do grupo desde 2015, o grupo interpreta obras do alemão Händel e do italiano Jean-Baptiste Lully, chegando às composições atuais como do compositor Salvador Martínez.

Já a Big Band Infanto-Juvenil do Guri toca no CEU Navegantes, na zona sul da capital, às 15h00. O conjunto será regido por Paulo Tiné e o repertório é bem diversificado, com canções autorais do próprio maestro e clássicos de Egberto Gismonti, João Gilberto, Moacir Santos e Toninho Horta, passando por Astor Piazzolla, Miles Davis e Stevie Wonder.
Ao todo, são dez conjuntos artísticos do Guri, que até dezembro farão 60 concertos com diferentes repertórios e convidados, entre maestros e solistas, incluindo músicos internacionais. As apresentações serão nas principais salas de concerto e espaços culturais da capital e região metropolitana de São Paulo, como o Masp Auditório, Museu da Casa Brasileira, Museu de Arte Moderna (MAM-SP), Pinacoteca do Estado, Theatro São Pedro, Unibes Cultural e unidades do CEU (Centro de Educação Unificado).

Os Grupos Infantis e Juvenis são parte fundamental da estrutura artístico-pedagógica do Guri. Suas apresentações refletem não apenas o ensino de música oferecido pelo
programa, como também deixam evidente o trabalho social presente em cada um dos 46 polos distribuídos pela capital e região metropolitana de São Paulo. Mais informações na internet: www.gurisantamarcelina.org.br.
A temporada 2018 dos Grupos Infantis e Juvenis do Guri conta com parceiros que acreditam no poder transformador da música para a formação dos jovens brasileiros: o patrocínio master do Bank of America Merrill Lynch, parceiro da Santa Marcelina Cultura desde 2010, o patrocínio ouro do Grupo Verzani & Sandrini, o patrocínio prata da Chiesi Farmacêutica e com o patrocínio bronze do Bank New York Mellon, todos por meio da Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura.


ORQUESTRA DE CORDAS INFANTO-JUVENIL GURI
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 11h00
Local: MAM
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n° - Parque Ibirapuera, São Paulo
Telefone: (11) 5085-1300
Entrada gratuita
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre
Acessibilidade: Sim

Programa:
GEORG FRIEDRICH HÄNDEL / JEAN FRANÇOIS NOEL
Sarabande da Suíte XI HWV 437

JEAN-BAPTISTE LULLY
Marche Pour La Ceremonie des Turcs

FELIX MENDELSSOHN
Sinfonia para Cordas nº 2

JONATHAN SANTOS
Cânone Nordestino

SALVADOR MARTINEZ
Danza de los Cuatro Huesos


Thibault Delor, regente
Thibault Delor é formado pelo Conservatório Superior de Música de Paris, e foi aluno particular de Daniel Marillier. Atuou na Orquestra da Ópera de Paris de 1989 a 1993, e na Orchestre de Contrebasses de Paris. É professor de contrabaixo e solista dos festivais Femusc, de Santa Catarina, Fimce, em La Serena, Chile; e professor de contrabaixo e música de câmara da EMESP Tom Jobim desde 2016. Desde 2015, é regente da Orquestra de Cordas Infanto-Juvenil do Guri. Em 2017, Thibault lança seu disco solo “Troubadour”, de contrabaixo e voz, com a participação especial de seus filhos Léonard e Juliette Delor.


Serviço:
BIG BAND INFANTO-JUVENIL DO GURI
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 15h00
Local: CEU Navegantes
Endereço: Rua Maria Moassab Barbour – Parque Residencial Cocaia, São Paulo
Telefone: (11) 5976-5513
Entrada gratuita
Duração: 60 minutos (aproximadamente)
Classificação indicativa: Livre
Acessibilidade: Sim

Programa:
HENRY MANCINI
The Pink Panther

HERBIE HANCOCK
Chamaleon (arr. Jay Chattaway)

SEVERINO ARAÚJO
Espinha de Bacalhau

MOACIR SANTOS
Nanã (arr. Paulo Tiné)

THAD JONES
A Child Is Born

EGBERTO GISMONTI
Frevo (arr. Paulo Tiné)

STEVIE WONDER
Isn’t She Lovely (arr. Bill Holmann)

JORGE DO FUSA
Garoto (arr. Paulo Tiné)

SAMMY NESTICO
Quincy and the Count

JOÃO GILBERTO
Bebel (arr. Paulo Tiné)

TONINHO HORTA
Mountain Flight (arr. Paulo Tiné)

PAULO TINÉ
Concerto para Violão Clássico e Big Band em Três Movimentos – Homenagem a Ralph Towner

MILES DAVIS
Boplicity

PAUL DESMOND
Take Five

ASTOR PIAZZOLA
Libertango

Orquestra de Cordas Infanto-Juvenil do Guri
A Orquestra de Cordas Infanto-Juvenil é formada por alunos com idades entre 11 e 18 anos, e tem importância decisiva em seu desenvolvimento artístico. É em conjunto, entre seus iguais, que os instrumentistas de cordas ampliam sua técnica, sensibilidade e senso de cooperação. Artisticamente, o grupo explora o repertório consagrado, que vai de Vivaldi a Mozart e Beethoven, e composições recentes, abordando com profundidade diferentes linguagens e sonoridades.

Big Band Infanto-Juvenil do Guri
Muito associada ao jazz norte-americano, a big band é uma formação de música popular composta por instrumentos de sopros – flauta, saxofone, trompete e trombone – e uma seção harmônica – piano, percussão, bateria, contrabaixo e guitarra. A proposta da Big Band Infanto-Juvenil do Guri vai além da linguagem do jazz norte-americano, e explora suas influências e desdobramentos. Em suas apresentações é comum ouvir composições de nomes como Duke Ellington e John Coltrane ao lado de peças de jazz brasileiro e bossa nova, de João Donato e Tom Jobim, e de clássicos do pop, como James Brown e Stevie Wonder. Ao longo de sua história, a Big Band Infanto-Juvenil do Guri já se apresentou com nomes importantes da música nacional, como o multi-instrumentista André Marques e o prestigiado Grupo Pau Brasil.

Sobre a Santa Marcelina Cultura
Criada em 2008, a Santa Marcelina Cultura é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social de Cultura pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria da Cultura do Estado. É responsável pela gestão do Guri da capital e região Metropolitana de São Paulo e da Escola de Música do Estado de São Paulo – Tom Jobim (EMESP Tom Jobim). O objetivo da Santa Marcelina Cultura é desenvolver um ciclo completo de formação musical integrado a um projeto de inclusão sociocultural, promovendo a formação de pessoas para a vida e para a sociedade. Desde maio de 2017, a Santa Marcelina Cultura também gere o Theatro São Pedro, desenvolvendo um trabalho voltado a montagens operísticas profissionais de qualidade aliado à formação de jovens cantores e instrumentistas para a prática e o repertório operístico, além de se debruçar sobre a difusão da música sinfônica e de câmara com apresentações regulares no Theatro.

Comentários