PROGRAMAÇÃO DO XVII FESTIVAL DE ÓPERA DO THEATRO DA PAZ.


Duas óperas e um concerto de encerramento compõem a programação do XVII Festival de Ópera do Theatro da Paz, que abre com La vida breve, de Manuel De Falla,no dia 9 de agosto, com récitas nos dias 10 e 11,e segue com Un ballo in maschera, de Giuseppe Verdi, com estreia no dia 8 de setembro e récitas nos dias 10 e 12.O concerto de encerramento será no dia 15 de setembro, às 20h, no Theatro da Paz.

“Já apresentamos óperas em italiano, francês, russo, inglês e agora pela primeira vez estamos colocando uma ópera de em espanhol em nossa programação. La Vida Breve será visualmente muito bonita, trazendo, além da dançaflamenca, a música tradicional espanhola. Já Um ballo de maschera é uma das óperas mais festejadas de Verdi, depois de sua trilogia de grande sucesso, Il Rigolleto, Il Trovatore e La Traviata. É um sucesso desde que foi apresentada pela primeira vez”, diz Gilberto Chaves, da Coordenação Geral do Festival de Ópera do Theatro da Paz.

La Vida Breve é uma ópera curta, tem dois atos e um pouco mais de uma hora de duração e será apresentada sem intervalo. Já a ópera de Verdi, Um ballo de maschera é mais longa, tem duas horas e vinte minutos de duração e três atos, contando com dois intervalos.

Composta em 1905, La Vida Breve só estreou em 1913, em Nice, e pertence à primeira fase da obra de Manuel de Falla, considerado o maior compositor espanhol do sec. XX. Já Unballo in maschera faz parte do segundo período Verdiano, estreando no Teatro Apollo, em Roma, em 17 de fevereiro de 1859. É uma das óperas mais conhecidas em todo o mundo e será encenada pela primeira vez na Amazônia.

As duas óperas contam com a execução da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, com direção e regência musical do Maestro Miguel Campos Neto, e com o coral lírico do festival, formado por 60 cantores, com regência de Vanildo Monteiro.

Confira a programação do XVII Festival de Ópera do Theatro da Paz:
Abertura da bilheteria – 02 de agosto – 14h
Na Bilheteria do Theatro da Paz.
Através do site: www.ticketfacil.com.br.
La vida breve – M. DE FALA
ElencoSALUD, uma cigana – (Soprano) Lanna Bastos
LA ABUELA, avó de Salud – (Mezzosoprano) Suzy Quintella
PACO – (Tenor) Antonio Wilson
TIO SALVAOR, tio de Salud – (Baixo) Andrey Mira
CARMELA, a noiva –  (Soprano) Juliane Lins
MANUEL, o irmão da noiva –  (Barítono) Idaías Souto
CANTOR, cantor do casamento – (Barítono) Marcyo Bonefon
OPERÁRIO, solista no coro da forja – (Tenor) Andrew Lima
PRIMEIRA VENDEDORA – (Mezzosoprano) Jéssika Wisniewski
SEGUNDA VENDEDORA – (Soprano) Ione Carvalho
VENDEDOR – (Tenor) Marcos Carvalho
Bailarina Solista: Simone Camargo
Bailarinos Solistas: Cassius de La Cruz, Samuel Kavalerski, e Tiago Assis
Participação especial como Bailarino: Luis Arrieta
9, 10, 11 de agosto – 20h
Duração: 1h10 – Dois atos – Sem intervalo
Classificação etária: 12 anos
Ingressos:
Plateia, Varanda, Frisa e Cam. 1ª: R$ 80
Camarote de 2ª: R$ 40
Galeria: R$ 20
Paraíso: R$ 10
Um ballo in maschera (Um Baile de Máscaras) – G. VERDI
ElencoRICCARDO, conde de Warwick e governador de Boston – (Tenor) Fernando Portari
AMELIA, esposa de Renato, apaixonada por Riccardo – (Soprano) Adriane Queiroz
RENATO, marido de Amélia, confidente de Riccardo – (Barítono) Rodolfo Giuliani
OSCAR, pajem de Riccardo – (Soprano) Kézia Andrade
ULRICA, vidente – (Mezzosoprano) Denise de Freitas
SAMUEL, inimigo do conde – (Baixo) Andrey Mira
TOM, inimigo do conde – (Baixo) Raimundo Mira
JUIZ – (Tenor) Andrew Lima
SERVO DE AMÉLIA – (Tenor) Mário Ícaro
SILVANO, marinheiro – (Barítono) Idaías Souto
Bailarinos do Corpo de Baile: Arthur Furtado, Cesar Moraes, Diego Montesco, Gérson Cruz Jr, Myke Moraes, Raul Vargas.
Bailarinas do Corpo de Baile: Caroline Nascimento, Dayane Dourado, Eduarda Falesi, Gilza Miranda, Lenne Caldas, Yasmin Silva.
8, 10 e 12 de setembro – 20h
Duração: 02h20 – Três atos – Dois intervalos (20 min.)
Classificação etária: 12 anos
Ingressos:
Plateia, Varanda, Frisa e Cam. 1ª: R$ 80
Camarote de 2ª: R$ 40
Galeria: R$ 20
Paraiso: R$ 10
CONCERTO DE ENCERAMENTO
15 de setembro – 20h
Preço único: R$ 5

Comentários

  1. Com licença,a peça de Verdi é muito mais conhecida que a de Manuel de Falla,mas com certeza se trata esta última de uma obra que merece mais atenção.Essa Espanha temperada como toques de Debussy,com certeza resultado é irresistível!Uma curiosidade é que a ópera se passa em Granada,mas Falla apesar de ter nascido na mesma região da Andaluzia não conhecia essa cidade quando escreveu esta obra,embora posteriormente tenha residido nesta bela urbe.A famosa canção Granada canta as belezas dessa cidade mas também foi composta por Agustín Lara sem nunca ter pisado na cidade à altura da composição.Esses artistas promoveram como ninguém esse belíssimo lugar,antes de botarem os pés nessa cidade!Isaac Carneiro Victal.

    ResponderExcluir

Postar um comentário